Últimas Notícias

Kennametal comemora 20 anos de Brasil com planos de expansão



 
28/04/2019 - Em março, a Kennametal do Brasil comemorou 20 anos de operação direta no País. A filial, que passou por grande mudança organizacional no ano passado, chega aos 20 anos renovada, em especial após o expressivo aumento no faturamento em 2018.

Marcelo Campos, que neste mês de abril assumiu o cargo de diretor-geral de Operações da Kennametal América do Sul, observa que nem tudo foram flores nessas duas décadas de Brasil. “Tivemos vitórias, mas também houve momentos de dificuldades. Começou como uma operação pequena, com um pequeno grupo de funcionários, que ao longo do tempo foi se expandindo. Primeiro criando uma equipe de engenharia de projetos avançados, em seguida um time de especialistas de produtos e depois montando aqui uma fábrica - que tem crescido junto com a empresa”, afirma.

De acordo com o executivo, a reestruturação da filial foi necessária para a empresa alcançar um crescimento sustentável. “E esta estratégia está mantida para os próximos anos. Queremos continuar crescendo no Brasil, mas crescendo com lucratividade. E vamos continuar investindo no País”.

FÁBRICA - Também foram comemorados os 13 anos de atividades da fábrica localizada em Indaiatuba (SP). Campos lembra que a unidade foi montada a partir da compra de um fabricante local, para a produção de corpos de ferramenta em aço. Em seguida, vieram os investimentos em máquinas CNC para a reafiação e fabricação de ferramentas rotativas. Anos depois, com a aquisição da linha Romicron, da Romi, a planta brasileira recebeu mais investimentos e começou a exportar para atender a demanda mundial tanto de Romicron como de corpos de ferramentas em aço. “Hoje, conta também com uma célula de produção de ferramentas PCD, o que é considerado um diferencial da nossa planta, visto que nenhum outro concorrente no Brasil tem uma fábrica com a flexibilidade que temos para produzir todo tipo de ferramenta, seja em aço, metal duro ou PCD”, comenta.

Campos conta que no ano passado os investimentos realizados na planta tiveram como foco a automação de algumas máquinas. Este ano, a unidade já recebeu duas afiadoras de 5 eixos para a linha de rotativas. “Nosso intuito é fabricar mais produtos no Brasil para atender toda a América do Sul, alcançando preços mais competitivos”, diz. O executivo revela que existe um projeto de modernização das fábricas do grupo, que inclui a unidade brasileira. “O principal objetivo é o de aumentar a competitividade e a produtividade para atender a demanda dos clientes por prazo de entrega e preço”.

2019 - Após os bons resultados obtidos em 2018, a Kennametal Brasil entrou em 2019 bastante otimista com as perspectivas do futuro do País, apesar de - “como todo o setor industrial”, segundo Campos, esperar uma retomada do crescimento mais rápida do que a realidade tem apresentado. “Mas estamos confiantes de que, em breve, vamos começar a perceber o reaquecimento do mercado”.

Entre as novidades que a empresa planeja para 2019 Campos cita o início, no segundo semestre, de um programa mais efetivo de treinamento de clientes e eventos de lançamento de produtos. “A Kennametal promove dois lançamentos mundiais por ano, em abril e outubro. Hoje já fazemos aqui esses eventos para os distribuidores e vamos passar a fazê-los também para os clientes”.

Campos aproveita para falar dos mais recentes lançamentos da marca, alguns deles já com bons resultados no Brasil, caso das brocas modulares KenTip FS, uma versão melhorada da já consagrada broca modular KenTip , e a introdução da linha de fresas tangenciais Mill 4-12. Destaca ainda as fresas helicoidais HARVI Ultra 8X, projetadas para atingir os máximos avancos de remoção de cavacos em ligas de alta temperatura: “Os grandes fabricantes mundais de estruturas de titânio para a indústria aerospacial já estão utilizando esta solução com sucesso tanto na Europa quanto nos Estados Unidos e estamos em fase de iniciar os testes em alguns clientes no Brasil”, finaliza.

Em 28/04/2019