Kennametal lança a classe para superligas KCS10B

(09/08/2020) - A Kennametal apresentou sua classe de torneamento mais recente e mais avançada, a KCS10B, para superligas à base de níquel e cobalto, entre outros materiais, utilizadas no setor aeroespacial e em outras aplicações que implicam altas temperaturas.
De acordo com a Kennametal, a KCS10B apresenta um revestimento revolucionário aplicado em um substrato de metal duro de grão superfino para melhor aderência das camadas, garantindo vida útil 50% superior, processos mais previsíveis e maior produtividade em tarefas com superligas difíceis de usinar. “A KCS10B supera os desafios mais comuns verificados no torneamento de superligas — craterização e desgaste por entalhe — dois modos de desgaste que frequentemente resultam em falhas inesperadas e até catastróficas das ferramentas”, informa a empresa.
Vaporização catódica especial - Robert Keilmann, gestor de Produto Global para Torneamento, explica que o segredo por trás do sucesso da KCS10B é a tecnologia exclusiva da Kennametal High-Power Impulse Magnetron Sputtering (High-PIMS [Vaporização catódica com impulsos de alta potência]). “Ao invés da ligeira chuva de gotículas que cai nas ferramentas de corte durante os processos tradicionais de revestimento com deposição física de vapor (PVD), a tecnologia High-PIMS gera uma fina névoa de AlTiN que cria uma série de camadas extremamente finas, suaves e resistentes ao desgaste", informa
Redução do desgaste - Materiais como Inconel 718 e Stellite 31 são conhecidos por causarem desgaste rápido e oferecerem vida útil imprevisível para as ferramentas. A empresa garante ter comprovado em testes que a KCS10B reduz o desgaste por entalhe e prolonga a vida útil das ferramentas de 3 minutos para mais de 5 minutos em operações de desbaste. A vida útil das ferramentas em operações de acabamento é ainda melhor, pois o tempo até a craterização e a subsequente falha das ferramentas é duplicado ou triplicado quando comparado com o de marcas concorrentes.
Estão disponíveis insertos de corte positivo e negativo, bem como vários formadores de cavacos, preparações de arestas e geometrias, fazendo da KCS10B a solução ideal para o torneamento de ligas à base de ferro (S1), cobalto (S2) ou níquel (S3).

"Além de uma superfície mais suave, o novo processo de revestimento também permite a criação de uma aresta muito mais afiada", disse Keilmann. "Nosso processo avançado de honeamento e preparação de arestas reduz a fricção que resulta em calor, o que permite aumentar a vida útil das ferramentas. Isso também significa menos arestas postiças, outro tipo de falha comum em materiais de superligas. Quando é usado em combinação com a excelente precisão dimensional pela qual os insertos de torneamento da Kennametal são conhecidos, as indústrias podem agora esperar o desempenho, a estabilidade e a previsibilidade melhorados necessários para garantir sucesso com essas ligas desafiadoras."
Fonte: Boletim Usinagem Brasil 10/08/20

Em 10/08/2020

Fale conosco!